Hematologia Clínica

Hematologia Clínica

Prólogo

Em maio de 2000 meu pai, o Prof. Halley Pacheco de Oliveira, faleceu. Em 1977 ele, apoiado por seu grande amigo Dr. Paulo Rzezinski, editor médico da Livraria Atheneu, e outros amigos, realizou o grande sonho de sua vida: escrever um livro sobre sua especialidade médica, a Hematologia Clínica. Agora estou disponibilizando uma cópia de sua obra na Internet para que esta se perpetue na era digital, mais uma vez agradecendo ao Dr. Paulo Rzezinski e a Livraria Atheneu.

Prefácio da obra original

A hematologia clínica constitui um dos ramos da medicina interna cujo caráter interdisciplinar é dos mais marcantes.

Por isto, o seu conhecimento preciso é essencial para o internista e para os especialistas dos demais setores da clínica médica. Tal espírito, imbuído desta profunda interdependência orgânica das várias especialidades clínicas, presidiu a organização do Hospital dos Servidores do Estado e está impregnada no presente livro. O mesmo é o resultado direto da atividade profissional do autor, há 20 anos responsável pelo Setor de Hematologia do Serviço de Clínica Médica daquele Hospital. Durante todos estes anos têm passado pelo Setor, colaborando ativamente no cuidado dos pacientes, algumas centenas de Residentes, cuja meta profissional é a medicina clínica, seja no seu exercício profissional como no seu ensino universitário, tanto em caráter geral como especializado. Destes numerosos e dedicados residentes um pequeno número – pouco mais de uma dezena – permaneceram um terceiro ano no Setor, a fim de iniciar sua especialização na Clínica Hematológica após os dois primeiros anos indispensáveis de medicina interna, e hoje são especialistas competentes e experimentados em vários centros hospitalares do país.

Na formação de todos estes Residentes, o autor e seus dedicados companheiros do Setor – Dr.ª Maria Nazareth Petrucelli (atualmente em Brasília), Dr.ª Maria Tereza Attem, Dr.ª Lieselotte Laun, Dr. A. Mamede Neves, Dr. Ricardo Figueiredo, Dr. Mixel Tenenbaum – ministraram anualmente um curso de hematologia clínica, patrocinado pelo Centro de Estudos. Atualmente, além deste curso, de duração de quatro semanas, é também ministrado outro curso, de duração de um ano letivo, dedicado aos Residentes em estágio de especialização. Esta longa experiência no ensino da especialidade levou o autor à preparação deste texto, que pretende dar uma visão global do atual estado da hematologia, ressentindo-se, como é natural, das deficiências inerentes às obras pessoais. Mas pareceu ao autor que a vantagem de uma visão global do assunto, impossível nos textos preparados por numerosos especialistas, merecia correr o risco de inevitáveis incorreções e impropriedades, em se tratando de assunto tão vasto.

Experiência igualmente importante nestes últimos anos foi a participação ativa do autor no curso de graduação da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro, a convite dos Professores Clementino Fraga Filho e Emiliano Gomes. Este contato íntimo com nossa realidade universitária atual alertou sobre a necessidade de abordar algumas noções preliminares, em geral consideradas como já conhecidas nos livros de texto estrangeiros, mas ainda indispensáveis para o nosso estudante, cuja formação básica não é tão completa.

Tratando-se essencialmente de um texto de um clínico para outros clínicos, o autor não abordou alguns aspectos hematológicos, tanto por falta de competência própria como por fugir à prática clínica habitual. Destes aspectos hematológicos não abordados, o principal se refere à imuno-hematologia e à hemoterapia. Crê o autor que esta especialidade ganhou foros de independência e seu estudo deve ser efetuado nos tratados especializados e não como um simples e deficiente apêndice de uma hematologia geral.

Pelo mesmo motivo – tratar-se de condição eminentemente ligada à patologia imuno-hematológica, com tratamento essencialmente hemoterápico – não foi abordado o problema da doença hemolítica do recém-nascido.

Obedecendo a esta orientação clínica, após os indispensáveis capítulos sobre os problemas fundamentais da hematologia, os diversos capítulos sobre as afecções hematológicas são discutidos principalmente sob o aspecto de sua fisiopatologia, manifestações- clínicas, critério diagnóstico e orientação terapêutica. No fim de cada capítulo clínico foram dispostos planchas com os aspectos iconográficos mais importantes de cada condição.

Após estas notas de esclarecimento inicial, o autor deseja agradecer a todos que, direta ou indiretamente, colaboraram para a realização deste livro. Em primeiro lugar o autor deseja agradecer de modo muito especial ao Dr. Mário Mesquita, fundador do Serviço de Hemoterapia do HSE, cujos méritos, quer como pessoa humana, quer como profissional, são um privilégio dos que com ele convivem. Ao Dr. Mesquita o autor agradece a paciência com que leu e discutiu os originais deste livro, tendo sido suas ponderações da maior competência e valia. Da mesma forma o autor deseja agradecer ao Professor Alberto B. Hargreaves a análise e discussão do capítulo sobre os imunoglobulinas. Aos seus companheiros de trabalho na equipe de hematologia clínica do HSE, Dr.ª Maria Tereza Attem e Lieselotte Laun e Drs. Mixel Tenenbaum, Ricardo Figueiredo e Saulo Rolim, também os agradecimentos do autor. Igualmente valiosa foi a cooperação de antigos Residentes especialistas, especialmente os Drs. Crescêncio Netto e Nelson Fraiji. Ao Dr. Ernani Saltz, brilhante ex-residente especialista e atual companheiro de lides clínicas, meus agradecimentos muito particulares.

Ao Dr. Theobaldo Vianna e aos companheiros do Serviço de Clínica Médica do HSE o autor presta o seu maior reconhecimento, pois sem a existência deste atuante grupo de medicina interna este livro não se teria tornado uma realidade. Como foi salientando nas linhas iniciais deste prefácio, a orientação deste texto reflete fielmente a organização interdisciplinar modelar do Serviço de Clínica Médica chefiado pelo Dr. Vianna. Da mesma forma o autor agradece a todos os colegas do Hospital dos Servidores do Estado, entre os quais cumpre destacar os companheiros do Serviço de Patologia: o Professor Domingos De Paola, nos tempos de sua brilhante atuação naquele Serviço, no qual foi sucedido pela atuação não menos brilhante de Francisco Duarte. Igualmente o autor deseja exprimir seu reconhecimento aos colegas dos Serviços de Radiologia, muito especialmente aos Drs. Waldyr Maymone e Hermílio Guerreiro. O mesmo reconhecimento é extensivo ao caro amigo Luiz Renato Caldas, quando de sua passagem pela Chefia do Serviço de Radioterapia do HSE, com quem tanto o autor aprendeu, não só da sua especialidade, a qual domina amplamente, como muito especialmente de sua refinada cultura humanista. Igualmente uma palavra de agradecimentos aos companheiros do magnífico Serviço de Hemoterapia do HSE, Dr.ª Vera Leite Ribeiro, Dr. Rinaldo Belo da Silva, e Dr. Roberto Morteo, Dr.ª Maria Cecília Azevedo e Dr.ª Clelia Berthier. Finalmente, não poderia ser esquecido o Dr. Carlos M. Monteiro, que tem realizado com a sua reconhecida proficiência a cirurgia de quase todos os pacientes portadores de hemopatias operados no HSE e na clínica particular do autor. Nesta, tem sido da maior valia a cooperação que tem recebido dos Drs. Flávio de Oliveira Gomes e José Carlos da Silva Lima.

Ao Dr. Paulo da Costa Rzezinski, mais do que Editor, verdadeiro amigo, os agradecimentos do autor por ter tomado possível este livro. A Carlos Prosperi, que exclusivamente por amizade tomou a si a tarefa da diagramação artística deste livro, o profundo reconhecimento pela sua sensibilidade e competência profissional, assim como de sua equipe, muito especialmente o Sr. José Carlos Moreira.

Dedico este livro a Walter Oswaldo Cruz, com quem iniciei minha carreira de hematologista, talvez da melhor maneira efetuando sob sua orientação trabalhos de pesquisa científica no saudoso Instituto Oswaldo Cruz, tendo por companheiros a figura ímpar de Haiti Moussatché – fazendo votos para que um dia nossa hematologia experimental possa retomar aos altos níveis internacionais alcançando sob a égide de Walter Cruz.

Finalmente à minha esposa Nancy a imensa dívida pela participação ativa, secretariando com eficiência profissional e dedicação carinhosa todas as etapas da feitura deste livro. A mesma dívida estendo à minha filha Claudia, pelo seu trabalho competente e dedicado de “copy-desk” e revisora. A elas e a meu filho Halley dedico igualmente este livro com todo carinho.

Prof. Halley Pacheco de Oliveira
(✶Belo Horizonte, 21 de junho de 1925 – †Rio de Janeiro, 22 de maio de 2000)

Livro digitalizado