Soneto VII

Ao mesmo Santo. (S. João Baptista)

Nas entranhas da mãi alumiado
Da luz, que nas da Virgem dentro via,
Sentio João quamanho bem seria
Trocar pelo deserto o povoado.

Delle fugindo vai todo abrazado
Do fogo, que em seu peito arder sentia,
Mais quer de animaes brutos companhia,
Que ser de gente humana acompanhado.

A troca foi ditosa em tenra idade,
A solitaria vida he mais segura,
Que do mundo cruel a falsidade.

Nas pedras do deserto achou brandura,
Nas serpentes da serra piedade,
E nas pelles das féras cobertura.

Fonte

  • Cruz, Frei Agostinho da. Obras de Frei Agostinho da Cruz: Conforme a edição impressa de 1771 e os códices manuscritos das bibliotecas de Coimbra, Porto e Évora. Com prefácio e notas de Mendes dos Remédios. Coimbra: França Amado, 1918. 466 p. Subsídios para o estudo da História da Literatura Portuguesa XXI.