Chafariz da Praça São Salvador

No centro do jardim da Praça São Salvador, existe um chafariz, dividido em duas partes: uma, de cantaria e outra, de ferro. A de pedra é uma enorme e bela bacia, com três degraus, de forma circular, com oito porções de círculo octolobado.

A de ferro fundido tem o corpo central, em forma de cubo com cornija de estalactites servindo de base a quatro meninos montados em golfinhos, que estão nos ângulos, tendo, à mão direita, um caramujo, e, na esquerda, uma lança. Entre eles, e nas quatro faces deste corpo, cartuchas coroadas de castelo, emblema de cidade, e o resto decorado de folhagens.

Ao nível das cabeças dos meninos, um corpo cilíndrico dá começo ao nascimento de uma grande taça, ornada de folhagem circularmente, tendo diametralmente quatro ânforas, despejando água para a bacia de pedra, e a borda ela taça diminui de diâmetro, dando o perfil uma bela linha.

Do centro desta, uma base cilíndrica, arrematada por estalactites, servindo de pedestal a uma estátua pedestre de mulher, vestida de panejamento diáfano e em uma graciosa atitude, coroada de algas e com colar de conchas, tendo às mãos e apoiada à esquerda uma ânfora que deixa cair o líquido na bacia de ferro, que transborda pelas quatro ânforas da taça, O pedestal da estátua é decorado de tabuas em flor e está assinado “Sauvageau. – 1862”: naturalmente data da fundição em Paris do original em bronze, pois o que possuímos é de ferro fundido.

Fonte

  • Corrêa, Armando Magalhães. Terra Carioca - Fontes e Chafarizes. Rio de Janeiro: Imprensa Nacional, 1939. 214 p. Ed. do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro. (Reimpressão feita pela Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, Coleção Memória do Rio, vol. 4).

Mapa

Chafariz da Praça São Salvador