BOINC Manager

BOINC

Instalação

Existem duas opções para instalar o BOINC no Linux Ubuntu/Mint:

  1. Instalar o pacote completo, que instala o cliente e o gerenciador:
ubuntu@ubuntu:~$ sudo apt install boinc
Reading package lists... Done
Building dependency tree
Reading state information... Done
The following additional packages will be installed:
  adwaita-icon-theme aspell aspell-en at-spi2-core boinc-client boinc-manager
  1. Instalar apenas o cliente:
ubuntu@ubuntu:~$ sudo apt install boinc-client
Reading package lists... Done
Building dependency tree
Reading state information... Done
The following additional packages will be installed:
  libboinc7 libxss1 x11-common

Foi instalado o BOINC completo no Linux Mint, que roda no desktop, e apenas o cliente do BOINC no servidor Ubuntu, que roda no Raspberry Pi. O gerenciamento do cliente do Rosetta@home instalado no Raspberry Pi é feito remotamente, através do gerenciador do BOINC instalado no desktop.

Configuração
  1. Após a conclusão da instalação, o processo do BOINC é configurado para iniciar automaticamente sempre que o computador é ligado. Você pode desativar ou reativar temporariamente essa funcionalidade modificando o arquivo de configuração /etc/default/boinc-client:
ubuntu@ubuntu:~$ cat /etc/default/boinc-client
# This file is /etc/default/boinc-client, it is a configuration file for the
# /etc/init.d/boinc-client init script.

# Set this to 1 to enable and to 0 to disable the init script.
ENABLED="1"
...
  1. Deve ser adicionada a opção de plataforma alternativa aarch64-unknown-linux-gnu ao arquivo de configuração /etc/boinc-client/cc_config.xml, como mostrado abaixo:
ubuntu@ubuntu:~$ cat /etc/boinc-client/cc_config.xml
<!--
This is a minimal configuration file cc_config.xml of the BOINC core client.
For a complete list of all available options and logging flags and their
meaning see: https://boinc.berkeley.edu/wiki/client_configuration
-->
<cc_config>
  <log_flags>
    <task>1</task>
    <file_xfer>1</file_xfer>
    <sched_ops>1</sched_ops>
  </log_flags>
  <options>
    <alt_platform>aarch64-unknown-linux-gnu</alt_platform>
  </options>
</cc_config>

Esta opção pode ser vista no registro de eventos do BOINC Manager:

qua 15 abr 2020 13:19:48 -03 |  | Config: alternate platform: aarch64-unknown-linux-gnu
  1. Controle a partir de outro computador

Normalmente, o cliente do BOINC é controlado pela interface gráfica do Gerenciador do Boinc, ou pelo programa de linha de comando boinccmd, executando na mesma máquina do cliente. No presente caso, o servidor Ubuntu rodando no Raspberry Pi não possui uma interface gráfica instalada, portanto o cliente BOINC instalado no Raspberry Pi só pode ser controlado nessa máquina através da linha de comando, o controle através da interface gráfica só é possível remotamente.

A comunicação entre o Gerenciador e o cliente do BOINC é feita através de RPC (Remote Procedure Call), local ou remota. Por padrão, as RPCs remotas, vindas de qualquer máquina, não são aceitas pelo cliente do BOINC. Para especificar de quais máquinas as RPCs remotas serão aceitas, deve ser editado o arquivo remote_hosts.cfg, no diretório de dados do BOINC, incluindo uma lista de nomes dos hospedeiros, ou endereços de IP, um por linha, para os quais será aceita a RPC remota. No nosso caso,vai ser aceita a RPC remota oriunda da máquina com endereço de IP 10.129.1.228 :

ubuntu@ubuntu:~$ sudo cat /var/lib/boinc/remote_hosts.cfg
# This file contains a list of hostnames or IP addresses (one per line)
# of remote hosts, that are allowed to connect and to control the local
# BOINC core client via GUI RPCs.
# Lines beginning with a # or a ; are treated like comments and will be
# ignored.
#
#host.example.com
#192.168.0.180
10.129.1.228
  1. Forçar a leitura das novas configurações

Para que sejam lidos novamente os arquivos de configuração e suas informações atualizadas no cliente BOINC, deve ser executado o comando boinccmd --read_cc_config:

ubuntu@ubuntu:~$ boinccmd --read_cc_config
retval 0
Referências

Computação para a Ciência